Hebraikeinu

O  Hebraikeinu é a Tnuat  Noar (Movimento Juvenil) que atua na Hebraica de São Paulo. Fundado há 26 anos, é a tnuá filiada ao Movimento Maccabi no Brasil.

No Hebraikeinu os madrichim educam de uma maneira não formal para chanichim de 2 a 17 anos, em temas como judaísmo, sionismo, ecologia, percepção do mundo a nossa volta e fortalecimento do pensamento crítico.

O ponto de encontro do Hebraikeinu é no Centro de Juventude, no qual acontecem todos os sábados das 10h30 às 17h para crianças com idades entre 2 a 10 anos e das 14h às 18h para adolescentes entre 11 a 17 anos.

Nas férias de Janeiro e Julho temos muita diversão com a nossa “Colônia de Férias” para as idades de 2 a 8 anos e a “Machané” para a turma de 7 a 17 anos.

Esperamos todos vocês, venham nos conhecer!!

Chazak Ve’ematz

Regras do Hebraikeinu:
• Aproveitar a cada momento;
• Sorrir sempre que sentir vontade;
• Brincar e respeitar os seus amigos e madrichim;
• Proibido não se divertir;
• Proibido não se sujar;
• Fazer muita bagunça e depois arrumá-la;
• Ser feliz o dia todo!

Informações:
Terça a sexta: das 13h às 19h.
Telefone: (11) 3818-8867 | Fax: 3818-8879
e-mail: hebraikeinu@hebraica.org.br
site: www.hebraikeinu.com.br

O ciclo do Hebraikeinu começa no Gan com 2 anos de idade.

Para acompanhar o Gan temos madrichim (educadores) formados na área da educação física, psicologia e educação, no qual proporcionam muitas experiências sensoriais, exercitam a autonomia e ajudamos no processo cognitivo. As Peulót (atividades) são passadas de uma forma totalmente lúdica, com personagens e usando a fantasia da criança, respeitando essas idades de 2 e 3 anos. Oficinas de culinária, artes e passeios são pura diversão, o tema Judaísmo também é mostrado de forma mais adequada possível para o entendimento e compreensão da idade.

O ponto de encontro para Gan é na Escola Maternal, começa as 10h30 com atividades pelo clube até o almoço, comida deliciosa que é servida pelo restaurante Casual Mil, após temos o momento da higienização e em seguida a soneca, seguindo depois de atividades até o lanche e saída que acontece novamente na escolinha as 17h.

Todos os sábados, das 10h30 às 17h00 (incluso almoço e lanche da tarde) e temos a opção de meio período, das 10h30 às 13h00 (incluso o almoço).
Chegada e saída: Escola Maternal (escolinha)

O Hjunior é composto por duas Kvutzá, o Tziporim (4 anos) e Dubim (5 e 6 anos).

Para essas idades o sábado é bem esperado, pois a criança já cria vínculo com os amigos que podem permanecer por toda vida e esperam ansiosos por cada peulá que é proposta, pois sabem que vão aprender se divertindo muito!

Para o HJunior, o projeto trabalha na criança a criatividade, autonomia, interação entre os colegas/madrichim, visando o companheirismo. São abordadas brincadeiras que já remetem muito mais conteúdo, temas judaicos e atuais, porém sempre são passadas de forma lúdica, descontraída e alegre. O HJunior é dividido por duas idades, para que cada Kvutzá crie sua identidade.

Os nossos encontros dão inicio no Centro de Juventude (CJ) as 10h30, com o Boker Tov bem animado (Bom dia) e segue até o almoço, comida maravilhosa e bem feita pelo restaurante Casual Mil, em seguida fazem a higienização e seguimos com as peulot até as 17h00, finalizando no CJ.

Todos os sábados, das 10h30 às 17h00.
Chegada e saída: Sala do Exotiquário (CJ)

O H1 é recheado de grandes peulot a cada sábado, as amizades já estão bem fortalecidas com os chanichim e madrichim, com isso muito trabalhos em grupo e individuais já podemos trabalhar, os temas são diversos, uns voltados para a atualidade, Israel, judaico e até pessoais, fora as brincadeiras com temas livres. Passeios são sempre muito bem vindos para essa idade também, que já gosta de explorar a tudo.

O projeto promove para o H1 de maneira lúdica, reflexões sobre diversos temas, que levam os nossos chanichim a pensarem em grandes jogos com equipes, debates, dinâmicas e bricadeiras. Temos a opção dos chuguim que acontecem após o almoço, com duração de uma hora, passados por profissionais da área, são: Artes, Teatro e esportes.

Sempre de forma contagiante, levamos os chanichim a aprenderem de forma alegre e descontraída, para assim levarem tudo que aprenderam e fazerem a diferença.

Todos os sábados, das 10h30 as 17h00.
Chegada e saída: Sala Grande (CJ)

Nesta etapa, são abordados temas fundamentais à compreensão dos mundos micro (próprio) e macro (ao redor): as relações entre pessoas, a compreensão de informações, a pró-atividade, bem como o acesso ao conhecimento e discussões sobre meio-ambiente, judaísmo, atualidades (relevantes à idade), cultura, história, ciências, entre outros. As peulot e sichot (atividades e discussões) são propostas de maneira lúdica, com a finalidade de indicar caminhos a chanichim(ot).

Todos os sábados, das 10h30 as 17h00 (incluso almoço e lanche da tarde).
Chegada e saída: Na frente do CJ.

No H3, chanichim tem a oportunidade de aprender sobre judaísmo, sionismo , atualidades, ecologia e muito mais assuntos que influenciam diretamente no crescimento intelectual e pessoal de cada um. Além disso, grande parte das atividades elaboradas pelos madrichim priorizam a amizade e o companheirismo entre os chanichim.

Todos os sábados, das 14h00 às 18h00.
Chegada e saída: Na frente do CJ.

Os chanichim do H4, se encontram em idade de pós bar e bat mitzvá, e no inicio da adolescência. Assim, estão começando a encarar o mundo de uma forma diferente.

Os madrichim tem o objetivo de inseri-los de melhor maneira nessa nova etapa da vida, transmitindo conteúdos mais críticos que os chanichim vão levar como ensinamento, para analisarem as informações de maneira menos passiva e mais reflexiva, tentando sempre trazer reflexões em formas de peulót e sichót.

Assim, alguns temas frequentes, como o papel do chanich na comunidade judaica; incluindo posições em relação a Israel e ao judaísmo; e as perspectivas sobre a sociedade em que vivem.

Todos os sábados, das 14h00 às 18h00.
Chegada e saída: Na frente do CJ.

No HX, que surgiu de uma divisão do H4, os chanichim estão cada vez mais perto de começar a Hadrachá (caminho como madrich). É uma idade na qual existem grandes mudanças e que o grupo de amigos no Hebraikeinu é muito presente e influente.

Durante os sábados tratamos temas que os fazem refletir não só sobre judaísmo, mas também sobre conteúdos atuais e muito presentes no dia a dia dos jovens. Nessa idade podemos ver o quanto o Hebraikeinu faz diferença e é importante na vida deles, a ponto de decidirem fazer o curso (Meidá) para se tornarem madrichim e continuar o ciclo.

Todos os sábados, das 14h00 às 18h00.
Chegada e saída: Na frente do CJ.

Colônia de Férias

O Hebraikeinu é um projeto que acredita na sociabilização em um ambiente superdescontraído e mais lúdico.

O projeto oferece as crianças com idades entre 2 a 8 anos a Colônia de Férias, que acontece no próprio clube A Hebraica, podendo desfrutar das diversas ares do clube, como as piscinas e quadras poliesportivas.

A Colônia de Férias do Hebraikeinu acontece sempre em Janeiro e Julho.

As atividades são preparadas e adequadas referentes a cada idade, oferecendo ao chanich (educando) um grande convívio social, vivências judaicas de forma lúdica, exercitam o contato com o meio ambiente, fazem jogos e brincadeiras, passeios, shows e muita diversão. Trazemos sempre um tema muito interessante, tirando a criança da sua rotina do dia a dia, proporcionando momentos diferentes, prazerosos e divertidos.

Machané

O que é "Machané"?

Em hebraico significa "Acampamento". No Hebraikeinu temos Machané Kaitz e Machané Choref, ou seja, Acampamento de Verão (ocorre em janeiro) e Acampamento de Inverno (ocorre em julho).

Nas machanot (acampamentos) do Hebraikeinu, passamos uma semana fora de São Paulo, atualmente no Rancho Ranieri em São Lourenço da Serra e nos mudamos para uma realidade cheia de peulot (atividades) e muita diversão!

Cada Machané possui um tema principal que é dividido em cada dia por subtemas e a maioria das peulot são baseadas neles.

Os madrichim (monitores) que vão são do Hebraikeinu e preparam tudo com muito carinho e capricho!

Algumas atividades tradicionais são: Jogo do muro, jogo da rádio, jogo geral, sacanim, ataque, atividades do próprio Rancho, divididas em cada idade e algumas que envolvem todos os chanichim (crianças) da Machané.

Além disso, em todas as machanot, algum médico ou alguma médica sempre acompanha a nossa semana. Dentro da tzevet (equipe) de madrichim, também temos dois ou três coordenadores que centralizam todas as questões burocraticas e necessidades dos pais, madrichim e chanichim, antes, na machané e após.