Centro de Música

Horário de atendimento:
Segundas: 13h30 às 17h30.
Terças a Sextas: 10h às 12h30
e das 13h30 às 20h

Telefone: (11) 3818-8824

E-mail: musica@hebraica.org.br

A proposta pedagógica do Centro de Música tem como principal característica a de proporcionar ao aluno um tratamento diferenciado, explorando suas habilidades, ajudando-o a superar suas dificuldades e ampliando suas potencialidades.
Acompanhando os ritmos individuais, os professores fazem planejamentos específicos para cada aluno, sempre considerando as necessidades e desejos e contemplando aspectos técnicos, práticos, teóricos, perceptivos e de criação e formação de repertório.

O Centro de Música Naomi Shemer completou no final de 2016 seu décimo terceiro ano de existência, firmando-se como um verdadeiro pólo de educação musical dentro do clube e como um entusiasta promotor da música como canal de expressão e de fruição dos seus alunos e dos sócios em geral.

Nos últimos anos, desde a construção do prédio (em 2005), onde atualmente desenvolve suas atividades, o Centro de Música viu dobrar o número dos seus alunos, ofereceu shows de qualidade gratuitos para os sócios, organizou diversos festivais de música que convocaram significativamente não somente sócios, mas também membros da comunidade como um todo – de São Paulo, outros estados e do exterior – e confirmou na prática sua vocação de oferecer um ensino musical de qualidade que fortaleça a autonomia, a criatividade e o conhecimento teórico-prático dos seus aprendizes.

Seus alunos têm aulas dos mais diversos instrumentos, assim como de canto e prática de conjunto, ministradas por uma equipe de 20 professores-músicos altamente qualificados e com permanente atividade – também – como músicos profissionais. Aulas individuais, em dupla ou em trio, permitem um atendimento personalizado e uma contínua atenção às necessidades específicas de cada aluno. Grupos de musicalização infantil – para os pequenos de 4 a 7 anos – iniciam a garotada num caminho de percepções e experimentações que é fundamental para a formação musical dos futuros instrumentistas, compositores, cantores, ou simplesmente dos ouvidos atentos que irão fruir da música ao longo das suas vidas. Para crianças, adolescentes e adultos, o Centro também oferece a oportunidade de tocar em grupo, numa prática de conjunto orientada e coordenada por professores especializados.

Além disso, o Centro de Música continua realizando no primeiro sábado de cada mês, às 12h - na Praça Carmel, os já tradicionais “Shows de Rua”, onde – ao ar livre e nos finais de semana – duplas, trios ou quartetos dos seus professores-músicos deleitam os sócios, de maneira gratuita, tocando um repertório instrumental e/ou vocal dos mais diversos gêneros e origens.

Professores

André Ribeiro Neves: Violão e guitarra
Beto Birger: Baixo, violão, guitarra, prática de conjunto
Carolina Castro: Musicalização infantil
Claudia Belucci: Piano, teclado e musicalização infantil
Gustavo Budemberg: Canto e piano
Henry Sauerbeck (Guappo): Gaita
Jonas Dantas: Piano
Julia Aranha: Piano e teclado
Karina Bajon: Violino
Leandro Vidotto: Bateria
Lucas vargas: Piano e acordeão
Marcelo Império Grilo: Flauta transversal
Marta Macedo Brietkes: Violoncelo
Naianne Cunha: violino
René Parise: Violão e guitarra
Sheila Vera: Canto e piano
Thiago Nascimento: Flauta doce e musicalização infantil

Beto Birger: Baixo, violão, guitarra, prática de conjunto.

Atuando na área musical desde 1980 como baixista e produtor, trabalhou com diversos grupos e cantores, produzindo trilhas, jingles e spots para TV, radio e vídeo, escrevendo arranjos, arregimentando músicos e fazendo gravações.

Trabalhou com Vange Leonel, Dulce Quental, Vinicius Cantuária, Dinho Nascimento, Luiz Wagner, Corciolli, Vanessa Bumagny e Tony Mouzayek, entre outros.

Formou os grupos “Zero” (início dos anos 80), “Nau” (1985), e “Os Guanabaras” (1990).

Participou do I Concurso de Marchinhas Carnavalescas do Novo Rio Antigo em 2006 na categoria de Marchas Eletrônicas recebendo o premio de 2a melhor produção do concurso.

Participou como músico da peça “Senhor Presidente” do grupo de teatro “Boi Voador” em turnê pela Alemanha e Espanha (1992), do musical “Me and my girl” exibido no Teatro da Cultura Inglesa (1995), e do musical “Mulheres de Chico” que ficou em cartaz no Teatro Itália (2000).

Atualmente toca com a cantora Patricia Coelho e com o grupo Arabesque, entre outros, produz trilhas e jingles no Estúdio Loop e leciona no CEM, Centro de Música do clube “A Hebraica”.

Rene Parise – Guitarra e violão

René Parise, violonista e guitarrista auto-didata, começou à tocar em 1980 em festivais ( ex. FICO ) e bares com música ao vivo.
Desde então, vem participando de shows, gravações, programas de rádio e tv. Acompanhando artistas e bandas (ex. Paulo Ricardo, Nila Branco, Skowa, Funk Como Le Gusta, Orquestra Paulista de Soul, entre outros ).

Atualmente fazendo parte do projeto “Jazz & Roll ” com Patrícia Coelho, e também do projeto “Criolina” com Alexandre Muniz e Luciana Simões.

Lucas vargas: Piano e acordeão

Estudou Piano popular com Hilton Jorge Valente, o “Gogô”, piano erudito com a prof. alemã Maria Seidel.

Toca Acordeom desde 1999. Formado em composição pela faculdade Santa Marcelina. Esteve a frente do grupo de Jazz Brasileiro Mandu Sarará. Gravou e tocou ao lado de grandes nomes e revelações da MPB moderna: Hermeto Pascoal, Guinga, Proveta, Vanessa da Mata, Zeca Baleiro, Chico César, Mariana Aydar, Duani Martins, Mateus Sartori, Marquinho Mendonça, Vanessa Bumagny, entre outros. Foi Pianista ensaiador e fez parte da orquestra do musical “A Gaiola das Loucas”.

Sheila Vera: Canto e piano

Regente e preparadora vocal desde 2002, graduou-se em Composição e Regência na UNESP (2005). Iniciou seu estudos musicais de piano aos 8 anos e aos 17 anos realizou duas turnês na Holanda, Alemanha e França como integrante e solista do Coral Mackenzie. Estudou Regência Coral na EMESP e aprimorou seus estudos de Pedagogia Vocal com a soprano Martha Herr.

Como regente e preparadora vocal trabalhou no Projeto Guri, Coral Arquimedes e Coral Vivendo com Arte. Atualmente ministra aulas de canto no Centro de Música Naomi Shemer da “A Hebraica de São Paulo”, no Athelier Escola Viva, além de ser tutora de Canto Popular no curso de Educação Musical da UAB/UFSCar.

André Ribeiro Neves: Violão e guitarra

Graduado em guitarra na Faculdade Cantareira. Estudou guitarra no Conservatório Estadual de Música de Pouso Alegre / MG.
Ministrou aulas de guitarra e violão em algumas escolas. Atualmente faz parte do quadro de professores do Centro de Música Naomi Shemer na “Associação Hebraica de São Paulo”. Toca na noite há 15 anos e possui um repertório bastante variado. Tocou com bandas de baile, duplas sertanejas, bandas de axé e de rock.
Atualmente integra uma banda de pop/rock com músicas próprias, com a qual realizou a gravação de alguns clipes. Gravou uma vídeo aula para uma revista voltada à iniciantes em violão. Participa de gravações para o quadro Isabela Pop no Programa Pânico da rádio

Karina Bajon: Violino

Bacharel em violino pela Faculdade Santa Marcelina, estudou na Universidade Livre de Música (ULM) e teve aulas com Márcia Fukuda, Kátia Spássova, Ênio Antunes e Andréa Campos. Integrou os grupos: Orquestra do Instituto Fukuda, Orquestra do Porto de Santos (OPOS), Orquestra Jovem Tom Jobim, Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Orquestra de Câmara da USP (OCAM), Orquestra Jovem da Escola Municipal de Música de São Paulo e Orquestra Infanto-juvenil de São Paulo (OFIJ).

Leciona violino desde 2009.

Leandro Vidotto: Bateria

Bacharel em bateria pela Faculdade integral Cantareira, cursou Universidade livrel de Música de São Paulo. estudou com o lendario baterista Dave Weckl, com quem fez aulas particulares. Baterista ha 17 anos, tocou com grandes nomes da musica instrumental tais como: Sizao Machado, Djalma Lima e com o pianista cubano Yaniel Mattos. Acompanhou Cantores do meio gospel como Celia Batista, Robson Nascimento e Samuel Mariano. tocou com o grupo de musica oinstrumental brasileira Cafe’ Concerto, com o qual gravou o cd Mosaico.

Possui cursos de formação com renomados professores como: Dave Weckl, Virgil Donati, Dafnis Prieto, Antonio Sanchez, Vera Figueiredo, Bob Wyatt, Edu Ribeiro, Cuca Teixeira, entre outros.

Marcelo Império Grilo: Flauta transversal

Formação
– Escola Municipal de Música(SP)
– Formado em Licenciatura em Educação Artística – Música – Escola de Comunicações e Artes da USP – SP
– Flauta transversal com Wilson Resende e Jean-Noel Saghaard
– Sax com Roberto Sion
– Piano com Heloisa Zani
– Cursos de arranjo e composição com Nelson Ayres
– Harmonia e percepção com Ricardo Breim

Atuação
– Tocou com Arara de Neon, Ciro Pinheiro, Passoca, Vânia Bastos, Silvano Michelino, Lé Zurawsky, Jerry Espíndola, Alzira Espindola, Willy Verdaguer (Humahuaca), Newton Carneiro (Grupo Ânima), duo ‘Só Flautam Dois’ com Derico Sciotti, grupos de chorinho e música de câmara
– Participou da gravação do primeiro disco do selo USP de música erudita
– Participou como músico e arranjador do CD ‘Roda Gigante’, de Gustavo Kurlat.
– Compôs e executou a trilha sonora do filme ‘Átimo’ de Romeu di Sessa, vencedor de prêmios no festival de Gramado, Brasília, Munique (Alemanha)
– Compositor e executor da trilha sonora de várias peças teatrais apresentadas em São Paulo e no Brasil

Como professor de flauta transversal, musicalização ou prática de conjunto
Atelier: Arte Expressão
Sonia – Oficina de Música
Domus – Escola de Música
Espaço Musical
Hebraica – Departamento de Música

Thiago Nascimento – musicalização e flauta doce

Estudante de Licenciatura em Música pela Faculdade Cantareira, aluno de Flauta Doce da Escola Municipal de Música de São Paulo sob orientação do Professor Bernardo Toledo Piza, Integrante do Grupo Coral Sestina (CoralUSP) sob a regência de Márcia Hentchel e da equipe de Regentes do Coral Infantil do Colégio Jd. São Paulo. Desde 2014 é regente do Coral de Música Sacra de Igreja São Francisco de Assis de Ermelino Matarazzo.

Estudou Regência na ETEC de Artes com Silmara Fernandes, Simone Cabrera e Julio Maluf. Participou de encontros Corais e Congressos como IAPAPA, CORALUSP, GRAN FINALE. Foi aluno de Hans-Joacuin Fuss, Lisete da Silva, Ricardo Kanji, Patrícia Michellini e David Castelo nos Encontros Internacionais de Perfomance Histórica, Flauta Doce e Master Classes do Conservatório de Tatuí-SP. Fez aulas de regência com Henry Leck (Butler University in Indianapolis), Naomi Munakata (Regente do Coro OSESP), Mara Campos (FIC) e Samuel Kerr (UNESP). Atua em Educação Musical desde 2009 ministrando aulas para crianças, adolescentes e formando Professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio para Trabalhar com Música em sala de Aula. Já participou de encontros, oficinas e cursos com Enny Parejo, Teca de Alencar, Reynaldo Puebla e congressos de Educação Musical.

Carolina Castro – musicalização infantil

Carolina Garbelotto Castro tem formação em música pela Universidade de São Paulo, cursou flauta doce na Escola Municipal de Iniciação Artística e na Escola Municipal de Música de São Paulo. Atua como professora de música, principalmente, na educação infantil, é educadora em museus e espaços expositivos e integra grupos de pesquisa de música circular, coral e improvisação livre.

Henry Sauerbeck (Guappo)  - Gaita

Começou seus estudos em 1984 tocando flauta doce e piano no Conservatório KG em Santa Catarina. Em 1992 começa a estudar gaita.  Forma sua primeira banda a Crossroaders Blues Band. Em 1998 vai aos Estados Unidos onde toca com Michael Powers e conhece Rick Estrin famoso gaitista da banda Little Charlie and the Nightcats. Voltou ao Brasil e acompanhou a Danny Vincent Band – guitarrista argentino radicado no Brasil.

Hoje em dia possui a Caviars Blues Band formada por: Alaor Neves , Ney Haddad e Mauro Hector.

Os Caviars começaram a fazer sucesso em casas de São Paulo como o Bourbon Street e casas do Brasil afora. Divulgador do instrumento, Guappo faz ainda trilhas para filmes, jingles e realiza workshops pelo Brasil divulgando o instrumento. Participou do V Encontro Internacional de Gaita no Sesc Pompéia em março 2007 onde abriu o show de R.J.Mischo(EUA), famoso gaitista americano.
Ao lado do compositor Fernando Chuí grava o cd “oançarock” além de um projeto  mesclando samba e blues na gaita diatônica (Samblues). Trabalhos diversos no rock ao lado da banda King Bird com o cd “Sunshine”que conta com a participação de Andreas Kisser do Sepultura. Tem um trabalho com a banda Caviars Blues Band e Cezar de Mercês (Terço).

Professor de gaita desde 1998 . Realiza workshops pelo Brasil formando músicos com larga experiência e rápido sentido prático.
Participou com a banda Caviars Blues Band do Bourbon Jazz Festival 2010 em Paraty ao lado de artistas como John Pizzarelli e Stanley Jordan. Ainda com a Caviars Blues Band tocou em El Salvador para festa do presidente da república Maurício Funes.

Acompanhou o pianista de Chicago Donny Nichilo que fazia parte da banda de Buddy Guy e Stevie Ray Vaughan. Atualmente tem um trio de jazz cigano ( ALMA NOUCHE) onde realiza pesquisas na gaita e violão no repertório manouche do mestre Django Reinhardt. Deu aula nas principais escolas de São Paulo e ao lado de Alaor Neves tem um grupo de estudos sobre  o ensino de música como formação e enriquecimento individual.

GUSTAVO KURLAT é autor, músico, compositor, tradutor, educador, locutor, diretor e diretor musical de teatro.  Realizou trabalhos para mais de cinqüenta peças teatrais, cinema, discos e publicidade, tanto no Brasil como no exterior (Florença, Barcelona, Los Angeles, Montevidéu, Buenos Aires, Medellín, Havana), assim como traduções, assessorias e oficinas e cursos na área de educação.

Ganhou em 2004 o Prêmio SHELL de Teatro pela música de "Pequeno Sonho em Vermelho". Ganhou também, entre outros, o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) como melhor diretor musical de teatro infantil por “Moinhos e Carrosséis” (1988) em parceria com Rogério Costa, e de melhor diretor musical de teatro adulto por “Antares” (1990), em parceria com Zero Freitas, e obteve numerosas indicações para os prêmios APETESP, SHARP, PANAMCO e FEMSA COCA-COLA, nas áreas de música e direção. Foi indicado ao Prêmio SHELL de teatro 1999 pela peça “Ladrões de Metáforas”-  que escreveu, produziu, compôs a trilha e dirigiu - e ao prêmio PANAMCO de Melhor Diretor, por “A Ilha de Ouro” (2001). Foi indicado também ao prêmio SHARP de Música pelo seu CD infantil “Roda Gigante”, em 1995.

Ganhou em 2007 o prêmio FEMSA de Teatro Jovem pela direção musical de “O Retrato de Dorian Gray”, de Oscar Wilde.

Foi durante 12 anos professor da Escola Livre de Teatro de Santo André, e é coordenador e assessor de música da Escola Viva de São Paulo, coordenador do Centro de Música d’A Hebraica de São Paulo. Foi diretor dos shows da “Palavra Cantada” (Prêmio APCA 2008 de Melhor Show) de 2000 a 2009, e novamente em 2014 e 2015. Foi  professor-convidado do curso de pós-graduação do ISEVEC e do Instituto Singularidades.

É co-roteirista e compositor da trilha do longa-metragem de animação “Garoto Cósmico”, de Alê Abreu - com as participações de Arnaldo Antunes, Vanessa da Mata e Raúl Cortez, entre outros (prêmio de MELHOR TRILHA SONORA do I Animage- Festival Int. de animação de Pernambuco).
Compôs, em parceria com Ruben Feffer, a música original dos documentários “Paulo Freire Contemporâneo” e “Rita Cadillac, a Lady do Povo”, de Toni Venturi.

Produziu em 2007 o CD “Canciones Curiosas, Palavra Cantada em espanhol”, com artistas brasileiros, argentinos, colombianos, uruguaios e cubanos, gravado em São Paulo, Buenos Aires, Medellín e Havana, coordenando as versões e criando a maioria delas. Em 2011 este CD virou um “CD – livro ilustrado” já lançado pela Editora Caramelo, Em 2008 compôs e produziu a trilha de “O homem do saco”, episódio de “Direções”, da TV Cultura de São Paulo. 

Em 2010 fez a direção e a direção musical do espetáculo de rua "Amores no meio-fio"' e escreveu, em parceria com Fabio Herford e Marcelo Laham, o texto teatral "Grávido", de cuja montagem fez também a direção musical.

Escreveu texto e roteiro, dirigiu e compôs a música (esta em parceria com Ruben Feffer) de “Uma Trilha para sua História”, que estreou em julho de 2013, obtendo o Prêmio APCA de MELHOR ESPETÁCULO DE DANÇA PARA CRIANÇAS. Obteve o Prêmio FEMSA DE TEATRO INFANTIL E JOVEM, NAS CATEGORIAS MELHOR AUTOR e MELHOR MÚSICA ORIGINAL, e foi indicado como MELHOR DIRETOR.

Também em parceria com Feffer, compôs a trilha sonora do filme “O MENINO E O MUNDO”, de Alê Abreu, que já obteve prêmios nos Festivais de Ottawa, Rio de Janeiro, na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, República Tcheca e Shangai, entre outros. Ganhou também o primeiro prêmio no Festival de Havana e no Festival de Lisboa na categoria ANIMAÇÃO, assim como o Prêmio do público no BAFICITO, festival de cinema de Buenos Aires. Em Lisboa obteve também o prêmio de MELHOR TRILHA SONORA. E em 2014 ganhou o Festival de ANNECY, na França. INDICADO AO OSCAR COMO MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO, e ganhador do ANNIE AWARDS como Melhor Filme independente. Nessa trilha contou com a participação de Naná Vasconcelos, Emicida, Barbatuques e Grupo Experimental de Música.

Em parceria com Lorena Nobel, escreveu o livro “Quando Blufis ficou em silêncio”, lançado no 1º semestre de 2014 pela Companhia das Letrinhas,  representando o Brasil na Feira de Bolonha. Finalista do PRÊMIO JABUTI.

Compôs com Ruben Feffer a trilha sonora de “Guida”, curta de Rosana Urbes, que ganhou os principais prêmios do Anima Mundi em Rio e São Paulo, e o prêmio da Imprensa Internacional em ANNECY, França.

É Coordenador de Música e Corpo e Movimento da Escola Viva de SP, Coordenador do Centro de Música da Hebraica de SP, e foi durante muitos anos professor do Teatro Escola Célia Helena e da Escola Livre de Teatro de Santo André.

Instrumentos musicais individuais.
Segundas, das 14h até 20h
Terças, quartas, quintas e sextas, das 10h até 20h

Instrumentos musicais duplas.
Segundas, das 14h até 20h
Terças, quartas, quintas e sextas, das 10h até 20h

Instrumentos musicais trio.
Segundas, das 14h até 20h
Terças, quartas, quintas e sextas, das 10h até 20h

Musicalização Infantil.(4 a 7 anos)
Segundas, das 14h até 20h
Terças, quartas, quintas e sextas, das 10h até 20h

Conjuntos.
Segundas, das 14h até 20h
Terças, quartas, quintas e sextas, das 10h até 20h

E aos sábados, para todas as modalidades: das 9h às 12h
Horários a combinar no momento da inscrição mediante disponibilidade de sala e professor.

A Orquestra Pinheiros passará por uma reformulação, e a partir deste ano, será o Projeto da Orquestra ACESC.

A ideia baseia-se em a Orquestra ser formada, exclusivamente, por associados dos Clubes da ACESC, portanto, é chegado o momento de convidar os associados dos clubes co-irmãos a participarem.

Sob o comando da Sra. Érica Hindrikson, regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal de São Paulo, os ensaios devem começar com a maior brevidade possível.

Caso tenha interesse, procure pelo Danilo Pedro Silva para mais informações, pelo e-mail danilops@ecp.org.br ou no telefone (11) 3598-9855.